Voltar à home em SophiA Central de vendas: +55 (12) 99654-1838 PABX: (12) 2136 7200
Central de vendas: +55 (12) 99654-1838 PABX: (12) 2136 7200 Capa do Blog Bibliotecas e Acervos Gestão Escolar Materiais Educativos Eventos
Por SophiA Em Bibliotecas e Acervos

A importância da biblioteca universitária e como gerir a sua

Parte ativa na formação dos estudantes, a biblioteca universitária deve cumprir todas as exigências do MEC e atender as necessidades dos usuários

Os avanços tecnológicos dos últimos anos impactaram muitas áreas, inclusive a educacional. Em meio a tanta conexão, espaços como a biblioteca universitária passaram por verdadeiras transformações, sendo que hoje há instituições que contam com um amplo acervo híbrido, com obras físicas e digitais. Essa diversificação é importante para a formação dos estudantes, que enxergam a biblioteca como uma extensão da sala de aula.

Além dessa representatividade, ter uma biblioteca universitária com acervo amplo e organizado por área de conhecimento, boa infraestrutura física e com uma gestão assertiva são pontos fundamentais para que a instituição cumpra parte das exigências impostas pelo MEC em relação ao local.

Na sequência deste artigo, iremos apresentar outros pontos que comprovam a importância da biblioteca universitária e também mostrar a melhor forma para você gerir a sua.

A importância da biblioteca universitária

Como mencionado no início, a biblioteca universitária tem um papel importante na formação dos estudantes, pois é neste local que há a chance de realizarem pesquisas sobre os mais diversos temas, ampliando os conhecimentos que foram apresentados pelos professores em sala de aula. 

Além disso, muitos universitários acabam se interessando por áreas específicas ou entram em projetos de iniciação científica e, nesse contexto, a biblioteca universitária é o local ideal para eles se aprofundarem no assunto estudado.

Parte ativa do processo educacional, a biblioteca universitária desempenha outros papéis importantes para a formação dos futuros profissionais. Veja alguns deles abaixo:

Acervo criado por alunos e professores

Nas universidades, é comum os estudantes realizarem trabalhos para a conclusão do curso (TCC) e, muitas vezes, esses materiais são inseridos no acervo da biblioteca universitária para que outros alunos possam ter acesso ao conteúdo. Há também dissertações e artigos desenvolvidos pelo corpo docente que podem ser utilizados como fonte de pesquisa para futuros trabalhos.

Local de estudo

Principalmente nas faculdades, é comum ver jovens utilizando a biblioteca universitária para estudar individualmente, em grupo ou para fazer a leitura de um livro em um ambiente mais tranquilo e acolhedor. Geralmente, esses locais contam com mesas e cadeiras confortáveis, boa iluminação e acesso à internet para que os alunos possam complementar suas pesquisas, se necessário.

Milhares de informações em um só lugar

Uma biblioteca universitária tem a missão de disponibilizar de forma organizada para os estudantes diversos materiais sobre as graduações que a instituição oferece. Quanto mais cursos, maior será o acervo. É comum o local ser dividido entre exatas, humanas e biológicas e dentro de cada área há a segmentação por curso, oferecendo aos jovens uma formação integral na profissão que eles escolheram.

Por ser tão importante, a biblioteca universitária merece ter uma gestão assertiva, que ajude a instituição a cumprir os pontos apresentados acima. No tópico seguinte, daremos dicas importantes sobre como gerir o espaço usando a tecnologia como aliada.

Como gerir corretamente sua biblioteca universitária?

Vimos que todos os dias a biblioteca universitária desempenha papéis importantes para a formação de bons profissionais, e em meio a tantas funções relevantes é essencial que esse local tenha uma gestão assertiva. Hoje, para gerir o acervo, os bibliotecários podem contar com a parceria de bons softwares, como SophiA, desenvolvido pela Prima

A plataforma oferece benefícios que aprimoram diversas áreas, da comunicação com os usuários até a catalogação dos livros. Reunimos na sequência os principais recursos oferecidos pelo SophiA para a gestão da sua biblioteca universitária.

•Gerenciamento do acervo pela produção de inventário, controle de aquisições, doações, assinaturas de periódicos, permutas e orçamentos;

•Recurso malote que permite que os usuários façam requisições de volumes de outras bibliotecas da mesma instituição;

•Terminal Web para fazer o levantamento de referências bibliográficas de acordo com as normas ABNT;

•Software baseado nos padrões internacionais de catalogação e comunicação de dados, como MARC 21, ISO 2709, Z39.50 cliente e servidor, XML e OAI-PMH;

•Relatórios gerais da biblioteca universitária que ajudam na preparação para a visita de avaliação do MEC;

•Gestão da biblioteca digital com vinculação de mídias diversas (PDF, DOC, imagem, vídeo e som);

•Integração com provedores de conteúdo digital, como o Minha Biblioteca e a Pearson;

•Terminal de buscas do Repositório Institucional para disponibilizar a produção de trabalhos e pesquisas realizados pelo corpo docente e discente aos usuários, aumentando assim a disseminação, credibilidade e prestígio da sua instituição.

Para ter uma biblioteca universitária que atenda às exigências do MEC e contemple todas as necessidades dos usuários é preciso contar com uma gestão eficaz, como a oferecida pelo SophiA. Se você ficou interessado por essa ferramenta, clique aqui e solicite um orçamento personalizado para a sua universidade.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Ligamos para você

Este canal é para comunicação com a equipe de vendas da Prima. Em breve um dos nossos consultores entrará em contato com você.

Menu

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por SophiA, em Bibliotecas e Acervos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.