Por SophiA Em Bibliotecas e Acervos

As bibliotecas de escolas têm livros para atrair jovens?





Bibliotecas de escolas são espaço certo para os clássicos da literatura mundial e da literatura brasileira. E tem que ser mesmo assim.

No entanto, existem livros voltados ao público jovem que merecem espaço nas estantes escolares para ajudar os mais novos a adquirir o hábito da leitura.

Dessa forma, neste artigo propomos dicas de livros para jovens que vão ajudar a atrair esse perfil de leitor para as bibliotecas de escolas.

Boa leitura!

Os principais desafios das bibliotecas de escolas

Por si só, cuidar das bibliotecas de escolas já é um grande desafio. Cabe à equipe catalogar obras, cuidar do acervo - físico, digital ou híbrido -, ter controle de empréstimos/devoluções, recuperar obras que precisam de restauro, comprar livros, etc.

Além de todo essa carga de trabalho, ainda é preciso arrumar tempo para mostrar aos alunos que a biblioteca é uma extensão da sala de aula. Mas vai além, sendo um espaço de lazer que merece ser melhor aproveitado.

Para isso, é preciso superar alguns desafios para atrair os mais novos. Como, por exemplo:

  • A decoração e distribuição dos livros nem sempre cria um ambiente agradável para jovens, que estão em uma fase de imaginar, pensar e criar;
  • Muitas vezes os exemplares são limitados e existem poucas opções de conteúdos atualizados;
  • O processo de empréstimo e devolução, quando é burocrático e demorado, também pode desanimar muitos alunos a adquirir o hábito de leitura;
  • Algumas bibliotecas oferecem pouca autonomia, para que o aluno possa procurar e encontrar entre os exemplares algo que lhe chame a atenção;
  • A falta de representatividade, tanto nos escritores, como nas narrativas, também afasta o aluno da biblioteca da escola.

Estes são apenas alguns desafios enfrentados em bibliotecas de escolas, mas todos podem ser superados. Siga na leitura e descubra como!

3 dicas para atrair público jovem para a biblioteca escolar

O que são livros para jovens? Como escolher adequadamente os títulos para esse público?

Para começar, é preciso ter em mente que os livros não podem ser divididos apenas em categorias, como infantil, infanto-juvenil e outros. É preciso considerar a história, personagens, forma de narrativa, etc.

Confira a seguir algumas ideias que vão te ajudar a superar os desafios em bibliotecas de escolas e, assim, atrair um público mais jovem!

1- Cada idade tem um perfil diferente

Em primeiro lugar, e mais importante, é necessário entender que cada idade possui um perfil, comportamento e gostos diferentes.

Livros para jovens vão além, explorando gêneros, narrativas, abordagens, representatividade e história dos personagens.

Como todo bibliotecário já sabe, o hábito de leitura está associado a todos esses itens e é o que faz com que esse universo seja mágico para quem gosta de ler.

Por isso, além de categorias, é necessário buscar história e o perfil dos estudantes da escola, em cada um dos livros.

Uma ótima forma de entender o perfil de cada idade, inclusive os mais novos, é promovendo rodas de conversa e feiras do livro. Nesses espaços os alunos podem falar um pouco sobre sua relação com a leitura, os gêneros que gostam de ler e como se sentem em relação ao acervo da biblioteca no momento.

Construir o perfil dos estudantes é uma ótima forma de identificar e pesquisar livros que irão atraí-los para a biblioteca. Para isso, contar com o apoio da tecnologia é essencial.

O Philos é um software para gestão de biblioteca que permite, entre outras funções, acessar o histórico de empréstimos e, assim, identificar o perfil literário de cada leitor.

Desse modo, fica bem mais simples avisar o leitor sobre a chegada de um novo título que atenda seu gosto pela leitura.

2- O universo da fantasia é um grande aliado e as bibliotecas de escolas precisam considerar esse fator

Outra dica para conquistar o jovem leitor é ter o universo da fantasia como um grande aliado.

Pense um pouco: quantos jovens você conhece, que já leram livros como Harry Potter, Percy Jackson ou O Senhor dos Anéis?

Um dos gêneros favoritos entre o público jovem é a fantasia e opções de exemplares não estão em falta.

Alguns exemplos, de ótimos livros neste universo, que são ideais para bibliotecas de escolas são:

  • O Nome do Vento - Patrick Rothfuss
  • O Último Reino - Bernard Cornwell
  • O Doador de Memórias - Lois Lowy
  • Jogos Vorazes - Suzanne Collins
  • As Brumas de Avalon - Marion Zimmer Bradley
  • As Crônicas de Gelo e Fogo - George R.R Martin

3- Aposte nos lançamentos que cativaram os mais novos

Todos os anos são feitos novos lançamentos, criando tendência entre o público jovem.

Durante a pandemia, grandes redes sociais, como Instagram e o TikTok popularizaram criadores de conteúdo que trazem as novidades no mundo literário.

Mas, esse tipo de conteúdo já vem sendo distribuído há muito tempo, através de blogs, YouTube, fóruns e outros canais de comunicação.

Dessa forma, o público jovem tem acesso a essas dicas de leitura. Porém, muitas vezes não encontra os livros quando procuram na biblioteca escolar.

Por esse motivo, é fundamental que os lançamentos em livros para jovens cheguem a esse público através da escola.

Em 2021, por exemplo, grandes lançamentos marcaram os leitores e atraíram novas pessoas para o hábito da leitura. Nesse sentido, os principais livros para jovens foram:

  • A Rainha Vermelha - Victoria Aveyard
  • Todas as Flores que Não te Enviei - Felipe Rocha
  • Vermelho, Branco e Sangue Azul - Casey McQuiston
  • Mentirosos - E. Lockhart
  • Conectados - Clara Alves
  • A Cinco Passos de Você - Rachel Lippincott
  • O Mundo de Sofia - Jostein Gaarder
  • Amor & Gelato - Jenna Evasn Welch

Contar com livros que viraram filme no acervo, também é uma ótima forma de manter a atualização e chamar a atenção dos alunos.

Como o Philos pode ajudar bibliotecas de escolas a atrair jovens leitores?

Neste artigo, você recebeu dicas para atualizar o acervo e garantir mais livros para jovens em bibliotecas de escolas.

Também mostramos que o Philos, software pra gestão de bibliotecas, pode ajudar a identificar o perfil do leitor e ajudar na indicação de obras, bem como promover maior engajamento entre usuário-biblioteca.

Além disso, a ferramenta também permite a atualização do acervo de modo prático e eficiente. E mais: catalogar, controlar empréstimos, gerenciar a disponibilidade e condição dos exemplares, criar relatórios, entre outras funções.

Dessa forma, o Philos para bibliotecas de escolas é um grande aliado tecnológico, que permite otimização de tempo e mais facilidade na hora de realizar diversos processos.

Peça uma demonstração e comprove todos os benefícios:

CONHEÇA PHILOS PARA GESTÃO DE BIBLIOTECA 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Ligamos para você

Este canal é para comunicação com a equipe de vendas da Prima. Em breve um dos nossos consultores entrará em contato com você.

Menu

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por SophiA, em Bibliotecas e Acervos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.