Voltar à home em SophiA Central de vendas: 0800 55 7074 PABX: (12) 2136 7200
Central de vendas: 0800 55 7074 PABX: (12) 2136 7200 Capa do Blog Bibliotecas e Acervos Gestão Escolar Materiais Educativos Eventos
Por SophiA Em Gestão Escolar

Como melhorar a alfabetização na escola: descubra nesse post

Encontre dicas e sugestões de recursos para ajudar a promover e otimizar o processo de alfabetização na escola, com o suporte dos pais e professores.

Poucos processos educacionais são tão decisivos para o perfil acadêmico de um aluno como a alfabetização na escola. A condução adequada pode transformar o aluno em um leitor interessado, trazendo inúmeros benefícios para suas próximas etapas de aprendizado.

Por isso, as instituições de ensino e seus profissionais devem investir em boas técnicas e contar com o suporte da tecnologia para criar pequenos leitores.

Como os professores e as escolas podem apoiar os alunos no desenvolvimento de sua alfabetização inicial? Encontre algumas respostas úteis com as dicas e sugestões de recursos que você verá a seguir. Todos podem ser incorporados diretamente em suas salas de aula e trazer inúmeros benefícios para seus alunos.

Dicas de como melhorar a alfabetização na escola

Reserve tempo em sala de aula para ler em voz alta

Ler em voz alta permite que os alunos desenvolvam uma série de funções em paralelo à leitura – como a dicção, a compreensão auditiva melhorada, o desenvolvimento emocional e a conexão da escrita de leitura estabelecida.

Outra vantagem é que isso estimula as crianças a se expressarem de uma forma mais rica, indo além das palavras abreviadas usadas em apps de comunicação online ou das expressões coloquiais – comuns nas séries, filmes e programas de TV.

Incentive a escrita

Escrever é uma parte crítica da alfabetização na escola – mas que pode parecer extremamente desafiadora para as crianças mais novas.

É importante garantir que os alunos na fase de alfabetização desenvolvam uma relação “saudável” com o hábito de escrever, ajudando a promover um senso de confiança nas crianças.

Estimule a “consciência da palavra”

Mesmo o mais rico programa de alfabetização na escola não consegue abranger a totalidade do vocabulário disponível e ensinar aos alunos todas as palavras que eles precisam saber.

Mas existem recursos que podem auxiliar nessa missão: um exemplo é promover uma espécie de jogo de sinônimos, que ajude a incorporar palavras novas nas rotinas dos alunos em sala de aula.

Afinal, porque falar que o sanduíche que veio na lancheira é "gostoso" quando podemos usar termos como “suculento” ou “saboroso”?

Crie uma parede de leitura

Uma boa forma de promover a alfabetização na escola é estimular o hábito da leitura – especialmente quando a sugestão vem de uma figura querida ou de destaque na escola.

Separe uma parede em uma das áreas comuns – como o corredor das salas de aula ou próximo à cantina – e crie um mural com dicas de leitura.

Como isso funciona? Use pequenos pedaços de papel cartão colorido, que podem ser fixados ao quadro, mostrando o nome do professor ou aluno, o que eles estão ou estiveram lendo e um trecho ou frase sobre o livro.

Se o livro estiver disponível na biblioteca da escola, isso deve ser mencionado. Ações assim ajudam a despertar o interesse pela leitura, o surgimento de novos leitores e até um clube de leitura entre alunos, pais e professores da instituição.

Concentre-se em construir conhecimento junto com as habilidades de leitura

Desenvolva o conhecimento básico das crianças em paralelo ao processo de alfabetização na escola.

O conhecimento acumulado ao longo da vida é uma parte importante das habilidades de um leitor. E quanto mais cedo isso for trabalhado, mais fácil será a jornada desses alunos.

Para colocar isso em prática, experimente promover atividades que abordem um ponto específico sobre a leitura do momento, como promover uma aula de pintura inspirada no livro "Uma ideia toda azul", de Marina Colasanti, ou aproveitar um eclipse lunar para iniciar a leitura de “O Pequeno Príncipe”.

Promova um formato de leitura interativa

Com o intenso volume de estímulos visuais e tecnológicos disponíveis nos dias de hoje, algumas crianças podem apresentar uma certa dificuldade em ficar paradas por um longo período de tempo e em ler em voz baixa.

Em vez disso, aplique o conceito de gamificação durante a alfabetização na escola:

-Jogue uma bola de praia com palavras escritas – o aluno que pegar precisa formar uma frase com a palavra;

-Crie um quadro com velcro e pompons de lã para formar palavras;

-Traga anúncios de revista e destaque termos específicos nas aulas.

Incorpore a alfabetização em todo o currículo

Faça com que alfabetização na escola aconteça um pouco a cada dia, e lembre-se que o ato de ler em voz alta envolve também o aprendizado em matemática, ciências e estudos sociais. Tarefas como escrever uma frase sobre um problema de história ou gerar palavras de vocabulário para descrever um objeto na aula de ciências ajudam a manter em mente as metas de leitura, escrita e fala em todas as lições.

Para isso acontecer, estimule o acesso de diversos títulos sobre diversos temas junto aos alunos, e a plataforma Odilo é uma excelente solução para estes casos.

Com mais de dois milhões de conteúdos digitais disponíveis - entre livros, jornais, revistas e outros tipos de documentos digitais, a Odilo concentra diversas opções para fomentar a leitura entre os alunos e estimular a alfabetização na escola de forma efetiva.

A Odilo é mais um dos recursos disponíveis no portfólio SophiA: entre em contato e saiba mais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Ligamos para você

Menu

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por SophiA, em Gestão Escolar

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.