Voltar à home em SophiA Central de vendas: +55 (12) 99654-1838 PABX: (12) 2136 7200
Central de vendas: +55 (12) 99654-1838 PABX: (12) 2136 7200 Capa do Blog Bibliotecas e Acervos Gestão Escolar Materiais Educativos Eventos
Por SophiA Em Gestão Escolar

Conheça 6 tendências educacionais para a sua escola

As tendências educacionais são um assunto que nunca deve ser deixado para trás. Vamos falar mais um pouco sobre ele?

A tecnologia tem mudado a forma de se comunicar, consumir, produzir e, principalmente, ensinar e aprender. Com isso, o perfil dos alunos também mudou, eles são muito mais conectados, possuem fácil acesso a informação e, logo, novas tendências educacionais foram surgindo.

As escolas precisam estar atentas ao novo momento da educação, os novos caminhos para aprendizagem, muito mais dinâmicos, personalizados e atrativos. Por isso, listamos para você seis tendências educacionais que levam a inovação para a sala de aula. Confira!

Tendências educacionais para trabalhar na sala de aula

1 – Aprendizado maker

Uma das principais tendências na educação hoje, é o movimento maker, uma forma de tornar o aprendizado mais significativo, estimulando alunos e professores a colocarem a mão na massa em busca de soluções para problemas reais, valorizando a prática e a experimentação.

O movimento maker valoriza a criação do aluno, fazendo com que ele não veja a escola como uma espaço desmotivador, insignificante. Ao colocar a mão na massa, o aluno desenvolve diversas habilidades como resolução de problemas, liderança, criatividade, etc.

O movimento maker resgata a cultura de fazer com as próprias mãos, mas isso não depende apenas da criação dos alunos, o professor é o orientador, responsável por auxiliar e garantir um resultado que impacte positivamente nas disciplinas curriculares, fazendo isso da forma mais engajadora e envolvente. Por isso, é importante o treinamento e capacitação dos professores.

2 – Gamificação2 – Gamificação

A utilização de jogos no processo de ensino já é comum nas escolas, conhecido como “Gamification” ou “Gamificação”, esse processo de aprendizagem funciona para despertar interesse, aumentar a participação, desenvolver criatividade e autonomia, promover diálogo e resolver situações-problema. O objetivo é criar uma motivação natural, em que o aprendizado acontece por meio das próprias brincadeiras, sem separação entre a teoria e a prática.

Além disso, você não precisa necessariamente aplicar a gamificação em jogos já existentes. Você pode explorar a gamificação por meio de dinâmicas com sua turma. O importante é trabalhar desafios ou missões que ajudem na aprendizagem.

3 – Ensino Híbrido

A metodologia combina atividades presenciais com outras feitas com a ajuda da tecnologia. O foco do processo da aprendizagem é no aluno e não mais na transmissão de informação por parte do professor.

O aluno estuda o material em diferentes situações e a sala de aula passa a ser o lugar de aprender ativamente, realizando atividades e discussões com o apoio do professor e em colaboração com os colegas. Nessa forma de ensino, a troca de conhecimento permite que o próprio aluno seja um elemento ativo, não recebendo apenas o que é passado.

4 – Sala de aula invertida

Na metodologia da sala de aula invertida, os alunos estudam os conteúdos disponibilizado pelos professores em casa e aproveitam o tempo que estão na classe para resolver exercícios, tirar dúvidas com o professor e aprofundar a discussão. Essa metodologia transforma a lógica de organização da sala de aula, transformando alunos em protagonistas do seu aprendizado.

5 - Robótica e programação

Nos últimos anos, o ensino de robótica e programação para crianças e adolescentes tem crescido no Brasil e no mundo, isso porque habilidades relativas à tecnologia são cada vez mais valorizadas pelo mercado.

Com a robótica e a programação, os alunos passam a aprender de forma lúdica, aprendendo na prática teorias matemáticas e/ou físicas, que seriam difícil de assimilar. Além disso, os alunos passam a ser protagonistas, promovendo a ligação entre o digital e o real.

6 – Comunicação digital

Na era digital a forma de se comunicar também mudou. As pessoas estão em busca de praticidade, uma comunicação simples e rápida. As crianças, chamadas de nativos digitais, já nascem e crescem com as tecnologias presentes no seu a dia a dia. Os responsáveis, por sua vez, também estão mais conectados e utilizam seus smartphones na maior parte do dia.

Dessa forma, cada vez mais as escolas estão em busca de soluções que facilitem a comunicação e aproximem os responsáveis da rotina escolar dos alunos. O aplicativo de comunicação escolar da Agenda Edu, por exemplo, é uma das ferramentas que vêm se destacando no mercado educacional.

Com o aplicativo, a escola conecta os responsáveis e ajuda os alunos a organizarem melhor sua rotina escolar. A escola envia todas as informações com poucos cliques. Alunos e responsáveis recebem as mensagens em seus aplicativos e podem acessá-las a qualquer hora e em qualquer lugar. Desse modo, além de estarem conectados, a escola oferece uma comunicação rápida, eficiente e de qualidade para pais e alunos.

Agora que você já conhece algumas tendências educacionais, que tal aplicá-las em sua escola? Quer saber mais sobre tecnologia na educação? Você pode conferir artigos da Agenda Edu aqui no blog do SophiA ou acessando o blog Jornada Edu.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Ligamos para você

Este canal é para comunicação com a equipe de vendas da Prima. Em breve um dos nossos consultores entrará em contato com você.

Menu

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por SophiA, em Gestão Escolar

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.