Voltar à home em SophiA Central de vendas: +55 (12) 99654-1838 PABX: (12) 2136 7200
Central de vendas: +55 (12) 99654-1838 PABX: (12) 2136 7200 Capa do Blog Bibliotecas e Acervos Gestão Escolar Materiais Educativos Eventos
Por SophiA Em Gestão Escolar

Falta de professor na escola: o que fazer com os alunos?

Os planos de emergência, quando há falta de professor na escola, são fundamentais para que a formação do aluno não seja prejudicada.

Amanhã terá aula de matemática no terceiro tempo, mas o professor ligou para a diretoria, hoje mais cedo, avisando que não poderá comparecer. Ou, então, o professor de geografia não chegou a tempo na aula desta tarde — e lá estão os alunos, na maior bagunça, sem nada para fazer.   

Circunstâncias como essas lhe são familiares?

O fato é que todo mundo tem imprevistos, e com os educadores não é diferente — pode acontecer! Eventualmente, a falta deles no trabalho deixará os estudantes com aquele período de tempo ocioso, mas como a instituição de ensino deve proceder diante desta situação? 

No post de hoje, separamos algumas sugestões para ajudá-lo a resolver esse problema. Acompanhe! 

O que fazer com os alunos quando há falta de professor na escola? 

As instituições educacionais precisam planejar-se, antecipadamente, para as eventuais faltas de um professor em sala de aula. Desta forma, é possível evitar tumulto e desordem em horário escolar, bem como preservar a formação dos estudantes, para que ela não seja prejudicada pelas ausências. Algumas sugestões para compor esse planejamento são: 

Pensar em um banco de atividades 

Solicitar, antecipadamente, que todos os professores preparem um banco de atividades relacionadas aos assuntos estudados na disciplina em questão (e o mantenham atualizado) para que sejam aplicadas nas ocasiões em que estes, por algum motivo, não possam comparecer à escola.

Investir em professores substitutos

Se possível, opte também por investir na contratação de professores substitutos que possam assumir as aulas dos docentes faltantes. Nesse caso, a interação entre professor titular e substituto precisa ser constante durante o ano, para que este segundo esteja inteirado a respeito da turma e do conteúdo que está sendo trabalhado no momento. 

Também é possível manter uma lista de bons professores substitutos que estejam disponíveis para trabalhos por demanda, ou seja, que atendam a escola apenas quando necessário. Aqui, no entanto, a instituição precisa ter um plano de aula pronto para ser utilizado.

Ainda nesse sentido, caso a escola conte com uma equipe de monitoria, pode-se recorrer a ela na falta de algum docente titular.

Estar disposto a reorganizar a agenda 

Há casos em que a melhor opção, quando acontece a falta de professor na escola, é reorganizar o quadro de horários do dia e/ou semana para determinada turma. Se o professor de biologia não conseguiu comparecer à escola, por exemplo, mas o de inglês está disponível para o horário, pode-se antecipar a aula deste — e, em seguida, reorganizar os horários para o resto da semana, conforme a disponibilidade dos docentes, com o intuito de recuperar a aula perdida.

Tal opção pode dar um pouco mais de trabalho aos gestores, mas também pode ser a melhor solução para alguns estabelecimentos de ensino, no sentido de não desperdiçar nenhuma hora/aula.     

Você pode se interessar por esses outros conteúdos:

Histórico escolar: novo recurso disponível no SophiA Gestão Escolar Web

5 benefícios da gamificação na educação

Conheça as vantagens do audiolivro para quem frequenta sua biblioteca

Conheça os parâmetros de acesso no Terminal do Philos e SophiA Biblioteca Web

Saiba qual é o papel dos temas transversais na educação

Promover atividades em sala de aula ou ao ar livre  

Em último caso, também é possível planejar algum tipo de atividade, tanto em sala de aula — como é o caso de um filme, um jogo ou um debate a respeito de algum assunto relevante — quanto ao ar livre, na quadra de esportes, por exemplo, ou mesmo outro espaço que a escola tenha, como uma horta ou jardim que pode receber os cuidados dos alunos.

Manter os discentes ocupados com algo construtivo para a sua educação é fundamental, mesmo que esta ocupação não esteja ligada à disciplina do professor faltante. Claro que é crucial ter o cuidado de não atrapalhar a aula dos outros docentes no local. 

O importante, aqui, é não mandar as crianças ou adolescentes para casa (em horário que deveriam estar em processo de aprendizagem e formação) por conta de problemas pessoais ou de agenda dos docentes — ainda que estes sejam problemas (e situações) passíveis de compreensão. Até porque, os pais ou responsáveis pelos estudantes podem não ter como buscá-los na escola ou recebê-los em casa em horário antecipado ao de costume, o que poderia gerar sérios problemas para a instituição. 

Se você gostou dessas sugestões a respeito do que fazer na falta de professor na escola, e gostaria de ficar por dentro de assuntos relacionados à educação, gestão e processo de ensino/aprendizagem, acompanhe o blog SophiA. Não perca nenhuma oportunidade de tornar a sua instituição de ensino mais eficiente!   

E esteja à vontade para entrar em contato para tirar dúvidas, dar sugestões ou descobrir mais sobre nossos softwares.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Ligamos para você

Menu

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por SophiA, em Gestão Escolar

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.