Voltar à home em SophiA Central de vendas: +55 (12) 99654-1838 PABX: (12) 2136 7200
Central de vendas: +55 (12) 99654-1838 PABX: (12) 2136 7200 Capa do Blog Bibliotecas e Acervos Gestão Escolar Materiais Educativos Eventos
Por SophiA Em Gestão Escolar Atualizada em 25 OUT 2017 - 16H45

Pais que leem para os filhos ajudam no aprendizado, diz pesquisa

Estudo comprovou melhora na capacidade cognitiva, na memória e no vocabulário

Pais que leem para seus filhos podem estar contribuindo muito mais do que imaginam para o futuro dos pequenos. Uma pesquisa da Universidade de Nova York, em parceria com o IDados e o Instituto Alfa e Beto, divulgada nesta semana, mostra um aumento de 27% na memória e de 14% no vocabulário de crianças que sentam ao lado dos pais e escutam a história de pelo menos dois livros por semana.

Outra comprovação do estudo foi que a leitura feita pelos pais pode melhorar a estimulação fonológica, essencial para uma boa alfabetização, e também a estimulação cognitiva. Além disso, notou-se que essas crianças apresentam menos problemas comportamentais.

Em entrevista à Agência Brasil, o presidente do Instituto Alfa e Beto, João Batista Oliveira, disse estar impressionado com os dados. “Estamos comparando dois grupos que estão dentro do sistema de creches, dentro de um sistema com professores treinados para ler para as crianças. Acrescentamos a leitura dos pais e, quando isso é feito, da forma como foi feito, tem grande impacto”, explica.

Além dosbenefícios para o desenvolvimento do aluno, Oliveira também ressalta que a leitura é um momento de interação entre os pais e seus filhos. “Esse é o ponto central, levar os pais a conversar com os filhos. Essa forte interação tem impacto em outras dimensões cognitivas”, conta o presidente.

A pesquisa foi realizada em Boa Vista, capital de Roraima, onde é desenvolvido pela prefeitura o programa Família que Acolhe, que acompanha a criança desde o momento da gravidez até os 6 anos de idade. O atendimento inclui cuidados de saúde, assistência social e educação, tendo como foco as famílias de baixa renda.

Foram selecionadas 1.250 crianças e suas mães, todas com acesso ao programa Bolsa Família.

Fonte: Universia Brasil

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Ligamos para você

Menu

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por SophiA, em Gestão Escolar

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.