Voltar à home em SophiA Central de vendas: +55 (12) 99654-1838 PABX: (12) 2136 7200
Central de vendas: +55 (12) 99654-1838 PABX: (12) 2136 7200 Capa do Blog Bibliotecas e Acervos Gestão Escolar Materiais Educativos Eventos
Por SophiA Em Materiais Educativos Atualizada em 21 MAI 2019 - 11H29

Saiba como a neurociência atua a favor da aprendizagem

Veja como as descobertas da neurociência ajudam a transformar a educação para melhor, trazendo informações detalhadas sobre o funcionamento do cérebro humano

Conforme a sociedade evolui, os estudos sobre os comportamentos humanos também são intensificados a fim de entender como funciona a mente das pessoas. Por conta disso, a neurociência vem ganhando destaque em diversas áreas, inclusive na educação.

Hoje, é possível dizer que a neurociência ajuda os educadores a conduzir o processo de ensino-aprendizagem, levando os alunos a internalizarem diversos conteúdos acadêmicos de forma mais rápida e eficaz.

Apesar do termo neurociência ainda parecer complexo para muitas pessoas, ele vem conquistando um espaço significativo na educação do século XXI, trazendo para a sala de aula técnicas importantes que ajudam na formação integral dos alunos.

Na sequência, vamos mostrar como a neurociência trabalha a favor da aprendizagem e como as instituições de ensino estão utilizando essas técnicas para promover uma educação de ponta. Confira!

O que é neurociência?

Antes de mostramos como a neurociência pode atuar em parceria com a educação, é importante entendermos um pouco melhor esse conceito. A neurociência é uma área de estudo relacionada à medicina que trabalha na interface de várias outras áreas de estudo, como psicologia, pedagogia, biologia, anatomia, genética, fonoaudiologia, tecnologia, física, filosofia, entre outras.

O principal propósito da neurociência é ajudar a esclarecer o que acontece no cérebro humano, desde a sua formação até o envelhecimento. Assim, com base nessas importantes informações sobre a mente humana é possível utilizar técnicas específicas que ajudam a aprimorar a educação, como mostraremos a seguir.

Educação e neurociência: uma parceria de sucesso

Com o propósito de compreender a mente humana, a neurociência vem auxiliando cada vez mais os educadores a identificarem como o cérebro se comporta quando entra em contato com novas informações. Esse processo é comum no dia a dia escolar, porém eram poucas as informações sobre a reação da mente durante o aprendizado de novos conteúdos.

Hoje, com a neurociência, os professores sabem como o cérebro processa essas novidades e de que forma o aprendizado se torna conhecimento para a vida toda. Esse último ponto, inclusive, sempre foi uma preocupação dos profissionais que atuam na área da educação. Fazer com que os alunos internalizem os conteúdos apresentados em sala de aula, aplicando esse conhecimento em seu dia a dia, é um grande desafio, pois durante a trajetória escolar a quantidade de temas desenvolvidos é muito ampla.

Com a neurociência, foi possível entender com mais clareza como funciona esse processo. De acordo com o neurocientista ganhador do Prêmio Nobel em 2006, Kandel, “aprender significa criar memórias de longa duração”. Sendo assim, segundo a neurociência, a aprendizagem acontece quando o estudante consegue resgatar uma memória e aplicá-la de forma inovadora e criativa na resolução de problemas. Ainda neste processo, o aluno alinha os estudos à vivência, à imaginação e à necessidade de fazer diferença na sociedade e no mundo.

Conheça mais técnicas da neurociência que podem revolucionar a aprendizagem

Agora que você já conhece um pouco melhor a parceria de sucesso entre a neurociência e a educação, vamos apresentar outras técnicas importantes que ajudarão a revolucionar a aprendizagem.

Aprender modifica o cérebro

Com base nas pesquisas realizadas pelos especialistas em neurociência, há provas de que a aprendizagem modifica a estrutura física do cérebro, tornando-o mais funcional. A experiência de aprender afeta o cérebro que, por sua vez, acaba se beneficiando de forma positiva. Assim, o que o aluno aprende na escola tem um efeito a nível celular, levando a novos padrões de organização do cérebro.

Alunos cientistas

Outro ponto levantado pela neurociência está relacionado à capacidade que as crianças têm de compreender os princípios básicos da biologia e da causalidade física, dos números, das narrativas e dos objetivos pessoais. Diante disso, a apresentação desses conceitos deve fazer parte da Educação Infantil, com um currículo inovador para que os pequenos ampliem as chances de se tornarem no futuro pesquisadores ou cientistas.

O aprendizado é para todos

A neurociência permite que os profissionais da educação compreendam com mais clareza o funcionamento do cérebro e suas ações. Uma das descobertas é que a capacidade de criar conexões entre os neurônios está presente em toda a vida. Assim, todos os alunos são capazes de aprender algo novo todo dia. Essa constatação coloca o professor no papel de impulsionador deste aprendizado, dando autonomia ao estudante, incentivando o aprendizado e mostrando ao aluno suas capacidades, o que fortalecerá a sua autoestima.

Vimos que é fundamental os educadores do século XXI conhecerem os pontos apresentados pela neurociência sobre o funcionamento do cérebro, pois a partir daí é possível aprimorar as suas práticas e lidar melhor com potencialidades e dificuldades dos alunos, promovendo uma educação de excelência.

Para continuar por dentro de notícias como esta, assine agora mesmo a nossa newsletter gratuita.

***Esse artigo foi escrito com base nas explicações da psicopedagoga e educadora Kátia Chedid, publicadas originalmente nesse link. Kátia é especialista em neurociência e possui um amplo portfólio de palestras, cursos e artigos ligados ao assunto.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Ligamos para você

Este canal é para comunicação com a equipe de vendas da Prima. Em breve um dos nossos consultores entrará em contato com você.

Menu

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por SophiA, em Materiais Educativos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.