Voltar à home em SophiA Central de vendas: +55 (12) 99654-1838 PABX: (12) 2136 7200
Central de vendas: +55 (12) 99654-1838 PABX: (12) 2136 7200 Capa do Blog Bibliotecas e Acervos Gestão Escolar Materiais Educativos Eventos
Por SophiA Em Blog

O que são os itinerários formativos do novo Ensino Médio?

Por Amanda Gavazzi, Analista de Negócios do SophiA.

O currículo do novo Ensino Médio é composto por dois blocos articulados e indissociáveis, que são Formação Geral Básica (parte comum) e os Itinerários Formativos (parte diversificada). A formação geral básica, com duração máxima de 1.800 horas, é comum para todos os estudantes e é composta por competências e habilidades previstas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Já os Itinerários Formativos, com duração mínima de 1.200 horas, são um conjunto de unidades curriculares que são ofertadas pelas instituições de ensino que possibilitam ao estudante escolher conforme seu interesse, para aprofundar e ampliar seus conhecimentos em uma das Área do Conhecimento: Linguagens e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias ou Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, em um percurso com começo, meio e fim.

O estudante também pode escolher Itinerários voltados à sua Formação Técnica e Profissional ou cursar Itinerários Integrados, que combinam diferentes opções, como duas ou mais Áreas do Conhecimento ou delas com a Formação Técnica e Profissional.

O que são unidades curriculares?

São elementos com carga horária pré-definida, formadas pelo conjunto de estratégias, cujo objetivo é desenvolver competências específicas, podendo ser organizadas em áreas de conhecimento, disciplinas, módulos, projetos, entre outras formas de oferta;

O conjunto de unidades curriculares de um Itinerário deve ser organizado em torno de um ou mais dos seguintes eixos estruturantes:

1. Investigação científica;

2. Processos criativos

3. Mediação e intervenção sociocultural;

4. Empreendedorismo.

Qual composição dos itinerários formativos?

Estudos promovidos pela Frente Currículo e Novo Ensino Médio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) propuseram que esta parte do currículo seja composta por, pelo menos, três componentes que são: as trilhas de aprofundamentos nas Áreas do Conhecimento ou na Formação Técnica e Profissional, as Eletivas e o Projeto de Vida.

Aprofundamentos: visam expandir os aprendizados da Formação Geral Básica, melhorando os potenciais e vocações dos estudantes, permitindo assim que eles construam sua trajetória com maior tempo dedicado aos conteúdos escolhidos em consonância com seu projeto de vida, personalizando assim seu histórico escolar e ganhando um diferencial na sua formação. Por isso, recomenda-se que os Aprofundamentos tenham duração de, pelo menos, quatro semestres e que tenham carga horária total de, pelo menos 500 horas.

Eletivas: componentes de livre escolha dos estudantes que possibilitam experimentar diferentes temas, vivências e aprendizagens, de maneira a diversificar e enriquecer o Itinerário Formativo. O estudante pode cursar Eletivas associadas à mesma Área do Conhecimento ou Formação Técnica e Profissional em que estiver se aprofundando ou optar por diversificar a sua formação, escolhendo Eletivas de temas de seu interesse associados a outras Áreas do Conhecimento.

Projeto de Vida: os estudantes traçaram seu percurso de aprendizagem objetivo primordial desenvolver a capacidade do estudante fazer escolhas conscientes, planejar o futuro e agir no presente com autonomia e responsabilidade. Recomenda-se que o projeto de vida seja transformado em componente curricular com carga horária de, pelo menos, dois tempos de aula por semana, a ser desenvolvido ao longo dos três anos de Ensino Médio, sendo no que o foco do 1º ano seja no autoconhecimento de maneira que o estudante consiga fazer escolhas mais assertivas em relação às Eletivas e, especialmente, aos Aprofundamentos.

O estudante deve cumprir uma carga horária mínima de 1.200 horas de Itinerário Formativo, somando-se os Aprofundamentos, as Eletivas e o Projeto de Vida.

O estudante pode mudar de itinerário?

O estudante pode mudar sua escolha de itinerário ao longo de seu curso, desde que sejam resguardadas as possibilidades de oferta das instituições de ensino e respeitando o instrumento normativo específico do sistema de ensino.

Como avaliar os estudantes nos itinerários?

Deve ser avaliado o desenvolvimento integral dos estudantes, não apenas os conhecimentos adquiridos, mas também as suas habilidades, atitudes e valores. Além disso, a escola deve garantir que que a avaliação seja formativa, identificando as reais fragilidades e potencialidades de aprendizagem dos estudantes, tanto individual quanto coletivamente garantindo que todos os alunos aprendam.

O modelo de avaliação deve considerar o estudante como protagonista do processo, e as ferramentas a serem utilizadas para realizar a avaliação podem ser:

• Rotinas de pensamento;

• Portfólios;

• Rubricas;

• Feedbacks;

• Autoavaliações.

O que deve conter um certificado, diploma e/ou histórico escolar dos Itinerários Formativos?

O certificado, diploma ou histórico escolar deve ser emitido pela escola de origem do estudante e conter a descrição personalizada dos diferentes percursos vivenciados por cada indivíduo, destacando as unidades curriculares e a carga horária cursadas ao longo dos Itinerários Formativos, incluindo os Aprofundamentos, as Eletivas e o Projeto de Vida.

Esperamos que este texto colabore com a construção de uma visão mais clara sobre os itinerários formativos. Entretanto, se você deseja se aprofundar no assunto, disponibilizamos a seguir alguns links que possuem as definições completas sobre o novo Ensino médio:

http://www.consed.org.br/consed/gt-ensino-medio/documentos-do-ensino-medio

https://nossoensinomedio.org.br/

https://institutoreuna.org.br/projeto/base-comentada-para-o-ensino-medio/

Boleto

Ligamos para você

Este canal é para comunicação com a equipe de vendas da Prima. Em breve um dos nossos consultores entrará em contato com você.

Menu

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por SophiA, em Blog

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.